Últimas Notícias

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Jhama, compositor de hits para Anitta e Ludmilla, lança música e propõe nova vertente para o funk nacional

jhama-3
Certamente você já ouviu e cantou faixas compostas pelo Jhama por aí. Além da parceria anunciada com Anitta em “Essa Mina é Louca”, o cantor já escreveu outra música para a carioca (“Cravo e
Canela”), além de Ludmilla (“Te Ensinei Certin”, “Abstinência”), Valesca (“Viado”), Luiza Possi (“Eu e Você Sempre”), entre outros.
No entanto, agora é hora de você ouvir o que Jhama tem a dizer por ele mesmo. E mais que isso. Ele quer propor à música brasileira um novo gingado, uma nova vertente para o funk carioca. Essa é a missão de um EP que está sendo preparado para 2017, mas que teve sua primeira faixa liberada nesta sexta-feira (25).
O POPline conversou com exclusividade com o cantor sobre a música “Pijhama” e o projeto “Funkeado”.
“É a minha primeira música de trabalho então dá um nervoso sim, mas estou bem confiante. Acho que o som que tô fazendo, ninguém tá fazendo e de repente eu não descobri apenas uma música, mas um gênero musical no qual eu estou desenvolvendo que se chama Funkeado. É uma chuva de possibilidades e de novidades, né?”, disse sobre a faixa e a ideia por trás de “Pijhama”.
Sobre Funkeado, o estilo musical e título do EP, Jhama quer trazer de volta um suingado esquecido pelo grande público e mídia e apresentar à nova geração uma proposta diferente para o funk brasileiro. “É uma evolução trazer essa coisa nova, possibilitar a evolução do funk. O Funkeado é derivado do funk. É um trabalho bem simples, mas com informações bem específicas para trazer mudança para este cenário musical. A ideia é se comunicar com ritmos que tenham a mesma estrutura harmônica do funk como o trap, o charme e hip-hop, mas a diferença entre o funk e o funkeado é justamente a conotação sexual que todo mundo associa logo de cara. O funkeado é mais sensual, mais romântico e com letras que abordam coisas mais poéticas”, explicou citando “Pijhama” que fala sobre o hábito da namorada usar sempre a camiseta do namorado.
O EP “Funkeado” será lançado em 2017 com quatro faixas apresentando este estilo novo para o público. A ideia de Jhama é que as canções não fiquem apenas na internet. “A música negra está muito escondida. Não só a música, como também a auto estima do negro. Aqui em Madureira, no Rio, por exemplo, aquele movimento dos bailes charmes estava praticamente morrendo e minha intenção é resgatar isso, esse movimento que é cultural. Pode até ser que tenha gente fazendo o funkeado por aí, mas que não sabe o que está apresentando então a gente resolveu dar nome ao filho e abraçar a causa”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...