Últimas Notícias

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

DJ acusado de assédio sexual por Taylor Swift a chama de mentirosa

Taylor Swift e o DJ David Mueller estão brigando na Justiça por conta de um episódio ocorrido em 2013, em um Meet & Greet da cantora. Ela o acusa de ter passado a mão em sua bunda na hora de
tirar a foto – o que configura assédio sexual – e ele a processa por difamação e danos morais, já que foi demitido da rádio KYGO após a reclamação dela. Mueller afirma que Taylor mente quando narra o que aconteceu.
“A afirmação de que Mueller levantou a saia de Swift e agarrou sua bunda (enquanto estava acompanhado de sua namorada, em frente ao fotógrafo de Swift e outros membros da equipe, assim como seu segurança pessoal altamente treinado, durante um meet-ang-greet VIP no backstage desafia a credibilidade”, diz os documentos do processo movido pelo DJ.
Quem começou a batalha judicial foi Mueller. Depois de ser demitido, ele entrou com a ação contra a cantora, que revidou com o processo de assédio, oficializando o que já havia reclamado extrajudicialmente. Para ela, a demissão da rádio é uma prova de que ela estava certa. Para ele, a investigação da rádio foi “uma balela”.
No depoimento da cantora, Taylor narra: “quando chegou o momento da foto, ele veio com sua mão por dentro do meu vestido e agarrou meu traseiro, não importava o quanto eu fugisse, ele estava lá. O meet and greet é uma situação na qual você está agradecendo as pessoas por terem vindo. É como receber alguém em sua casa, que é a arena nesse dia, e ter alguém violando essa hospitalidade dessa maneira me deixou completamente atordoada”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...